Citacao.net | O Site da Citações

Citações de Machado de Assis




A arte de viver consiste em tirar o maior bem do maior mal.

A melhor definição de amor não vale um beijo de moça namorada.

A mentira é muita vez tão involuntária como a respiração.

A moral é uma, os pecados são diferentes.

A vida é cheia de obrigações que a gente cumpre por mais vontade que tenha de as infringir deslavadamente.

A vida é uma enorme lotaria; os prémios são poucos, os malogrados inúmeros, e com os suspiros de uma geração é que se amassam as esperanças de outra.

Alguma coisa escapa ao naufrágio das ilusões.

As melhores mulheres pertencem aos homens mais atrevidos.

Atrás de toda a acção, há sempre uma intenção.

Como a vida é o maior benefício do universo, e não há mendigo que não prefira a miséria à morte, segue-se que a transmissão da vida, longe de ser uma ocasião de galanteio, é a hora suprema da missa espiritual.

Creiam-me, o menos mal é recordar; ninguém se fie da felicidade presente; há nela uma gota da baba de Caim.

Descobri uma lei sublime, a lei da equivalência das janelas, e estabeleci que o modo de compensar uma janela fechada é abrir outra, a fim de que a moral possa arejar continuamente a consciência.

Escrever é uma questão de colocar acentos.

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.

Esta é a grande vantagem da morte, que, se não deixa boca para rir, também não deixa olhos para chorar...

Está morto: podemos elogiá-lo à vontade.

Eu não sou homem que recuse elogios. Amo-os; eles fazem bem à alma e até ao corpo. As melhores digestões da minha vida são as dos jantares em que sou brindado.

Eu sinto a nostalgia da imoralidade.

Gosto dos epitáfios; eles são, entre a gente civilizada, uma expressão daquele pio e secreto egoísmo que induz o homem a arrancar à morte um farrapo ao menos da sombra que passou.

Há sempre uma qualidade nos contos, que os torna superiores aos grandes romances, se uns e outros são medíocres: é serem curtos.

Importuna coisa é a felicidade alheia quando somos vítima de algum infortúnio.

Lágrimas não são argumentos.

Meu amigo, a imaginação e o espírito têm limites; a não ser a famosa botelha dos saltimbancos e a credulidade dos homens, nada conheço inesgotável debaixo do sol.

Não há decepções possíveis para um viajante, que apenas vê de passagem o lado belo da natureza humana e não ganha tempo de conhecer-lhe o lado feio.

Não importa ao tempo o minuto que passa, mas o minuto que vem.

Não levante a espada sobre a cabeça de quem te pediu perdão.

Não se ama duas vezes a mesma mulher.

O amor é o egoísmo duplicado.

O amor é o rei dos moços e o tirano dos velhos.

O coração é a região do inesperado.

O maior pecado, depois do pecado, é a publicação do pecado.

O melhor drama está no espectador e não no palco.

O ridículo é uma espécie de lastro da alma quando ela entra no mar da vida; algumas fazem toda a navegação sem outra espécie de carregamento.

O tempo é um químico invisível, que dissolve, compõe, extrai e transforma todas as substâncias morais.

O tempo, que a tradição mitológica nos pinta com alvas barbas, é, pelo contrário, um eterno rapagão; só parece velho àqueles que já o estão; em si mesmo traz a perpétua e versátil juventude.

Palavra puxa palavra, uma ideia traz outra, e assim se faz um livro, um governo, ou uma revolução, alguns dizem que assim é que a natureza compôs as suas espécies.

Pensamentos valem e vivem pela observação exacta ou nova, pela reflexão aguda ou profunda; não menos querem a originalidade, a simplicidade e a graça do dizer.

Porque não há raciocínio nem documento que nos explique melhor a intenção de um acto do que o próprio autor do acto.

Prefiro cair do céu a cair de um prédio de dois andares.

Se entendeste bem, facilmente compreenderás que a inveja não é senão uma admiração que luta, e sendo a luta a grande função do género humano, todos os sentimentos belicosos são os mais adequados à sua felicidade.

Sentenças latinas, ditos históricos, versos célebres, brocardos jurídicos, máximas, é de bom aviso trazê-los contigo para os discursos de sobremesa, de felicitação ou de agradecimento.

Trata de saborear a vida; e fica sabendo, que a pior filosofia é a do choramingas que se deita à margem do rio para o fim de lastimar o curso incessante das águas. O ofício delas é não parar nunca; acomoda-te com a lei, e trata de aproveitá-la.
Machado de Assis, escritor Brasileiro





Biografia de Machado de Assis:

Profissão: Escritor
Nacionalidade: Brasileiro
Nascimento: 21 de Junho de 1839
Morte: 29 de Setembro de 1908
Descubra livros de Machado de Assis